O rugido do leao parte I


O rugido do leão
Imaginem agora este lugar que irei descrever. A prosperidade, a exploração e o lucro eram os aspectos mais marcantes dessa sociedade, os ricos eram suficientemente ricos para possuírem diversas casas, para se interessarem por móveis ostensivamente caros e para não se privarem de qualquer satisfação física. Por outro lado os pobres eram verdadeiramente pobres e horrivelmente explorados: eles sofriam extorsões imobiliárias, extorsões legais, e extorsões comerciais; aquele que não tinham alguém influente para pedir por ele sempre se dava mal em qualquer esfera da sociedade para quem se voltasse. O dinheiro e a ganância dominavam tudo: os governantes eram frívolos e inescrupulosos, as mulheres viviam para o prazer e coisas inúteis do gênero. Num país assim você poderia perguntar e a igreja onde estava? Realmente havia igreja, o povo era extremamente religioso e zeloso com seu calendário litúrgico, cultos eram entusiasticamente apresentados. Mas não havia nenhuma base neles que não fosse a lógica humana. O homem estava no centro e precisava estar satisfeito. A religião era um empreendimento autojustificante feito no piloto automático, abominável a Deus, mas gostoso aos homens. Talvez até não entendessem porquê Deus não gostaria de um culto tão animado quando este! E aí amigo leitor já descobriu que país é esse? Talvez pense em Brasil ou em outro país emergente mas lhes informo para grande surpresa de todos que esse País era o Reino de Uzias em Judá 755 aC.
Este será os temas dos próximos posts no Plugados com Deus não percam peguem suas bíblias e estudemos juntos esse importantíssimo livro para os cristãos como para a sociedade!
Não percam.
Equipe Plugados com Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!