Paradoxos da graca


Para mim, uma das coisas mais misteriosas no cristianismo é o paradoxo. Paradoxo pode ser definido no dicionário como algo absurdo, um contra-senso, uma contradição. É estarrecedor o fato de pessoas "boas" terem sido rejeitadas por Cristo, ao passo que pessoas totalmente perdidas tenham sido fortemente amadas por Ele.(Marcos 2:17  Tendo Jesus ouvido isto, respondeu-lhes: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes; não vim chamar justos, e sim pecadores.) É profunda a mensagem do Evangelho da graça. Por mais que teimamos em pensar que há em nós algum mérito(jo15:5 ...porque sem mim nada podeis fazer.)
   e recebemos aquela salvação por esforço próprio, Daí vem Jesus e nos confunde fazendo exatamente ao contrário. Tudo que o Senhor nos dá é por meio de graça e graça é um presente, um presente tão caro que não temos como pagar e que custou preço de sangue do próprio Justo filho de Deus.

A graça é uma das coisas mais paradoxais que existem. Tem graça, aqueles que conseguem ver o quanto de graça lhes falta. A graça não pode ser mensurada a partir do que temos, mas sim em termos do que nos falta. A capacidade de pedir, de clamar pela misericórdia de Deus, revela o quanto carecemos dessa graça, que já temos desde o primeiro momento (e bem antes) que começamos a clamar. Quem é alcançado por graça, consegue transmitir a outros um perfume dessa graça, um cheiro desafiador e convidativo, que parece trazer no ar o som daquelas palavras que ressoam há séculos: "vinde a mim, todos vós que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei". Parece que a única coisa que nos impede de sermos alcançados pela graça (humanamente falando) é sermos "bons" ao ponto de não sentirmos nenhuma necessidade dela.
O que gosto nas Escrituras é que elas mostram todos os seus personagens sem máscaras, mostra exatamente o que eles eram para que fique evidente a todos que não é por méritos e sim por graça. Analisando a vida de alguns heróis da fé, vemos pecados absurdos! O que dizer de Jacó e sua vida de trapaças e de Abraão e suas mentiras, Davi e seu adultério, Sansão e sua vida dupla? Um coisa é certa, todos,sem exceção,não possuíam mérito algum, porém, no fim de suas vidas ajustaram os ponteiros com seu Deus e ao se quebrantarem e buscarem a face do Altíssimo receberam então o maravilhoso presente que é a graça soberana. E o próprio Senhor Inspira o autor de Hebreus a dizer que o mundo não era digno desses homens. Salomão já dizia que o que encobre suas transgressões jamais prosperará mas o que confessa e  deixa alcança misericórdia! E a mesma palavra Santa continua nos alertando: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça".
Que o Senhor nos Ilumine com a sua graça.

Amém.

Um comentário:

  1. A verdadeira Graça, é acordar pela manhã e saber que nos foi permitido compartilhar mais um dia. É ter amigos, é sonhar, é viver.
    O Senhor está conosco!

    Abraços

    ResponderExcluir

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!