O profeta de Aluguel

Balaão...amou o prêmio da injustiça 2 pedro 2.15

Alguns artesãos no mundo antigo faziam tendas; outros forjavam ferramentas; alguns contuíam casas; Balaão praticava advinhaçao. Com uma simples taxa( Semelhança com os dias atuais é mera conicidência), você poderia alugar o profeta para lançar maldições que o ajudariam em sua causa ou a ferir seus inimigos. Era assim que ele ganhava a vida, e se saía muito bem.

Um dia, no meio de sua carreira de sucesso, Balaão deparou-se com um problema. Solicitado pelo rei moabita balaque para amaldiçoar os Israelitas, o advinho descobriu o verdadeiro Deus. Ele havia invocado deuses e espiritos malignos todos os dias de seu trabalho mas, dessa vez, bateu em uma parede. Deus não queria que ele amaldiçoasse seu povo. Para seu bem Balaão, atendeu a orde do Deus Altíssimo.( Logicamente houve um campo limitado de ação pois um anjo com a lança na mão estava pronto caso ele ousasse dar uma de esperto e desobedecer). Balaão até confessou admiração pelo Senhor e ensinou aos moabitas pagãos sobre o caráter de Deus(Nm 23.18-24).

Mas no final, o encontro de Balaão com Deus não fez diferença em sua ambição. Ele voltou a Moabe durante o ataque israelita e ali encontrou o seu fim.

Guarde-se da ambição caro leitor. O amor ao dinheiro vai confundir a sua vida, obscurecer o certo e o errado e perturbar o seu senso de propósito.

Leia a historia completa de Balaão Nm 22.1-24.25 Nm 31.7-8; Dt 23:4-5; Js 24:9-10; Ne 13:2; Mq 6:5; 2Pe 2: 15,16 Jd 11, Ap 2.14

Senhor nos Ilumine.
Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!