Pós-Modernismo Que Bicho é Esse?

Dificuldades da Pós-Modernidade

Nossos dias realmente estão se tornando dias de tribulação. Parece que estamos à deriva sem nenhum meio seguro que possa servir de referencial para sermos guiados. Isso acontece em todas as áreas inclusive nas igrejas. Parece que tudo virou um imenso mosaico, onde nada é permanente e nenhuma verdade é eterna ou absoluta.
Parece que a igreja está sem respostas sem conseguir realmente enfrentar este que é um inimigo terrível chamado pós-modernismo.
Gostaríamos de começar alguns estudos sobre o tema e mostrar que é possível sim ter um discurso exclusivista no mundo pluralista. Em primeiro lugar vamos analisar o nosso tempo que adota toda uma cosmovisão pós-modernista.


Algumas características que podemos ver nesse estilo de vida:

  1. A rejeição da verdade objetiva, ou seja, a cultura faz a verdade e essa cultura é produzida pelos mais ricos. Em ultima análise é o dinheiro que faz a verdade.
  2. Suspeita e incredulidade em relação às autoridades. Nenhuma autoridade goza de plena confiança. Tudo que uma autoridade fala pode ser questionado ou apenas visto como mais um ponto de vista.
  3. Moralidade indistinta e confusa. Isso nos diz que tudo é tolerável e que cada um vive da maneira como quiser viver.
  4. Busca pelo transcendente. Acredita-se em tudo, sem o crivo da razão e crê-se desde duendes até lenços abençoados e rosas ungidas.
  5. Não existe verdade absoluta. A verdade esta na mente de quem observa.
  6. Intuição e sentimentos aprovados e desejáveis.
  7. Impera a pseudo-tolerância e a pseudo-aceitação. Pois quando se trata de verdade absolutas, como as propagadas pelos cristãos, não se tolera nem sequer o mencionar da mesma, mas é válido fadas, gnomos elefantes com corpo de gente, budas, vacas sagradas etc.
  8. Tudo é relativo e não existem verdades absolutas. Deus é visto de várias formas e apenas nos é dito que é seu ponto de vista o meu é outro. Não existe a verdade, existe uma verdade na mente de que pensam assim. Logo o Cristo que afirmou: João 14:6 6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. É apenas mais um a dizer um caminho para a verdade.


Esse é o cenário e estas são algumas das premissas do inimigo nossa pergunta é: será que a igreja de Cristo hoje está realmente pronta para dar respostas objetivas e defender e batalhar pela fé como faziam os cristãos do passado?

Estudaremos mais sobre o assunto em uma nova postagem

O Senhor Nos Ilumine.


René Montarroyos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!