Deus Existe! Argumentos Contra Ateus Parte II

Terminamos a lição anterior com o argumento teleológico agora continuamos argumentando a favor da existência de Deus. leia o artigo anterior clicando aqui


 
Quarto; há também o plano mais abstrato que è a questão da consciência. Por exemplo, pode-se verificar com certa facilidade que diariamente as pessoas se encontram diante de decisões a serem tomadas, que implicam em questionamentos internos dos tipos; fazer ou não fazer? Dizer ou não dizer? Deixar ou não deixar? A indagação que se levanta è: de onde vem esta preocupação moral'? Por que se requer uma atitude própria e apropriada de forma a não resultar em peso de consciência depois? Será que isto é culturalmente imposto? Seria fruto da educação? Cada pessoa tem dúvida sobre o que fazer em determinada situação. Cada um quer agir de acordo com sua própria consciência, porém, muitas vezes, acha que a outra pessoa não agiu bem. Se alguém não age bem, e até faz mal aos outros, será que é justo ser assim? cria-se então a necessidade da existência de um ser que sempre aja bem, e posteriormente julgue
quem age mal. A esses raciocínios se chama: argumento moral, isto é, há uma forma de agir bem no mundo. Se tantos agem mal é necessário que exista alguém que faça justiça, compensando cada um segundo o seu agir.
Quinto: quando se vê um filme de aventura numa floresta desconhecida e tenebrosa, onde se encontra, para surpresa de todos, uma tribo esquecida do mundo, no lugar mais improvável que pudesse existir pessoas, mesmo aí, os nativos daquela tribo, sem nenhum contato externo, ainda terão o seu próprio
deus. E se os memoros daquela expedição forern aprisionados certamente vão ser sacrificados ao seu deus trovunkimã!
Os antropólogos, os arqueólogos, os sociólogos, todos os estudiosos de culturas antigas e recentes confirmam o mesmo fato: todos os povos têm dentro deles mesmos a ideia de Deus. É o argumento etnológico, isto è, a ideia de Deus, está disseminada entre todos os povos, por mais distantes que estejam das civilizações conhecidas.
Resumindo:
Diante de tudo isto se pode tiizer que cada fato referido desperta a necessidade da existência d e Deus:
1 A ideia de perfeição que o homem tem, exige a existência de um ser perfeito

 
2 A interligação de toda natureza, gera a necessidade de uma mente inteligente que assim tenha feito tudo

 
3 O propósito que se percebe em tudo que se vê e que não se vê também
clama por um ser grandioso e criativo.

 
4 A consciência moral, que é inerente ao homem, aponta para um ser que pode
julgar cada ação humana com justiça.

 
5 A ideia de divindade disseminada entre todos os povos é indício claro que esta
ideia já nasceu com o homem, e que, portanto, somando-se os argumentos só se pode

 
chegar a seguinte conclusão: Penso que Deus existe!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!