Dueto Devocional Parte I Palestra para Casais



DUETO DEVOCIONAL
Por Bob e Charlotte Mize
Uma das áreas mais deficientes de um casal que, de alguma maneira, está envolvido no ministério, seja em uma igreja local ou em um campo missionário, pode ser aquela em que ele precisava ser mais eficiente: leitura bíblica, oração e louvor no ambiente doméstico. O pastor, missionário, missionária ou líder são aqueles que estão quase todo tempo pregando e falando sobre devoção a Deus. Fala-se, ensina-se, estimula-se a leitura da Bíblia e oração, mas, às vezes, dentro do próprio lar, estas são realidades bem ausentes. Assim, a começar pelo casal, toda família pastoral se iguala a tantas outras que somente conhecem o que é devocionalidade quando vão à igreja.
Quando o culto acaba, a bíblia se fecha e somente será aberta no próximo dia de culto comunitário. Ao canto e pronunciamento do ultimo amém, os lábios se fecham e somente vão se abrir em oração na próxima reunião da igreja. Nós mesmos vivemos esta realidade em nosso ministério, sofrendo com a nossa própria indisciplina na devocionalidade. Mas, pela graça de Deus, descobrimos o caminho de uma vida devocional a duas vozes, um dueto harmônico em busca da presença de Deus.
Devocional a duas vozes: o caminho da mudança
Desde que nos casamos, há 34 anos, queríamos ler a Bíblia e orar regularmente juntos. No entanto, durante 15 anos, por mais que tentássemos, não conseguíamos nos firmar neste habito. Mas nossa vida mudou a partir de um verão em que Charlotte deu aulas numa universidade evangélica. Uma das ementas de sua matéria era "Como unir a família através da Escola Dominical". Enquanto ela ensinava, se deu conta da ironia do fato de que os 5 membros de nossa família estavam em 4 estados diferentes dos Estados Unidos.
Bob, que na época trabalhava numa igreja grande, estava freqüentando um congresso fora do estado; nosso filho mais velho estava numa viagem missionária; e os dois filhos mais novos estavam acampados. Nossa família estava dividida por estarmos envolvidos em diferentes ministérios. Concluímos então que, como pais, passar tempo com o Senhor era uma necessidade absoluta. Dar inicio a esta pratica foi semelhante à de um pássaro tentando chocar. Eventualmente obtivemos sucesso exercendo esse hábito, ao que demos o nome de nossa "devocional a duas vozes." Desde que o estabelecemos como parte de nossas vidas, temos sido recompensados maravilhosamente.
As fascinantes conseqüências
Se você, em meio à rotina de trabalho pastoral intensa na qual esta envolvido (a), criar um oásis de devoção com seu cônjuge, imediatamente vera brotar em sua vida fascinantes conseqüências:

 

 
CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!