Rap do Po ao Po






Os planos do homem se desfazem com o tempo
os seus desejos são como a fumaça
a vida do homem é como a flor que seca
apodrece na terra, nunca mais se levanta
Se o Sheol abrir a sua boca
inteiramente ele o tragará
sua memória cai no esquecimento
do pó ele veio e ao pó voltará
E não há nada que se possa fazer
a fome do Abismo ninguém pode deter
Apoliom está a sua procura
não louvam a Deus os que descem à sepultura

Qual o real valor da tua vida?
qual a tua esperança depois da partida?
as tuas riquezas? o teu trabalho?
os teus amigos? a tua família?
Tudo isso pode ser muito importante
mas não é motivo pra seguir adiante
os teus amores, as tuas conquistas
as tuas idéias e as tuas premissas
teu dinheiro, tuas obras, tuas promessas
tua intenção, tua crença, tua religião
Nada disso poderá te salvar
do lago de fogo que está a te esperar.

Eu sou a ressurreição e a vida
Quem crê em mim, ainda que morra, viverá
E todo o que vive e crê em mim não morrerá eternamente.
Crês isto?

Desperta, desperta óh tu que dormes
levanta dentre os mortos e Cristo te iluminará.

Eu sou a ressurreição e a vida
da morte eterna a única saída
aquele que vem a mim jamais o deixarei
salvarei sua alma, da cova o resgatarei. 



fonte: http://incendiario-rap.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!