Um Pouco de Poesia Hebraica(Estruturas)




Desde Lowth (1753) que é comum observação do paralelismo de membros da poesia hebraica. Na Idade Média, porém, o rabino judeu Ibn Ezra já havia trabalhado a idéia do paralelismo dos membros do texto de Is 17.11. Os hebreus rimavam mais idéias do que palavras. Em geral os versos tem dois membros, mas pode haver caso de três versos também; e em geral estes versos são paralelos. O paralelismo não era exclusivo de Israel, também o encontramos no Egito e na Babilônia. Basicamente a classificação dos paralelismo se dá como segue:

 
a) paralelismo sinônimo - o segundo membro do verso repete a idéia do primeiro membro, com a única diferença, de que usa palavras diferentes;

 
Pelo contrário:
seu prazer está na lei de Javé,
e medita sua lei, dia e noite. (Sl 1.2)

 
As idéias de ter "prazer na lei de Yahweh" e também "meditar na sua lei" são sinônimos, diz a mesma coisa, com palavras diferentes. Outro exemplo de paralelismo sinônimo seria de:

 
Louvai ao Senhor todos os gentios,
Louvai-o todos os povos (Sl 117.1)

 
b) paralelismo antitético - o segundo membro diz exatamente o inverso do primeiro, justamente para reforçar a verdade do primeiro membro;

 
Porque Javé conhece o caminho dos justos,
enquanto o caminho dos injustos perece. (Sl 1.6)

 
No primeiro membro se destaca a atitude do justo, que é abençoado por Yahweh; já no segundo é o caminho do ímpios que termina com a ruína. Outro exemplo de paralelismo antitético seria:

 
O filho sábio alegra a seu pai,
Mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe (Pv 10.1)

 
c) paralelismo sintético - o segundo membro desenvolve completa a idéia do primeiro.

 
Ele é como árvore plantada junto d'água corrente:
dá fruto no tempo devido,
e suas folhas nunca murcham (Sl 1.3)

 
O primeiro membro fala da vida do justo como uma árvore plantada a beira do rio, nos membros seguintes a idéia é desenvolvida: dá fruto no tempo certo e suas folhas nunca perecem. Outro exemplo de paralelismo sintético seria:

 
Dar-te-ei graças para sempre,
Porque assim o fizeste;
Na presença dos teus fiéis,
Esperarei no teu nome, porque é bom. (Sl 52.9)

Um comentário:

  1. A paz e graça do senhor Jesus, Bênção do Senhor ...

    Parabéns pelo seu blog. é mais um instrumento para levarmos a palavra de Deus aos leigos.

    Estou seguindo o seu blog, se quiser seguir o meu também, fique à vontade.
    Se quiser trocar banner formando parceria, é só me avisar.

    Fk na santa paz de Jesus. Deus é conosco!

    www.oguardadeisrael.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!