Grandes Nomes Reformados


Jeremiah Burrough nasceu 1599, e foi educado em Cambridge. Tendoterminado seus estudos na universidade, ele entrou no trabalho ministerial, e foi escolhido colega de Edmund Calamy, na Bury St. Edmund's.
Em 1631 se tornou reitor da Titshall no condado de Norfolk, mas após a publicação dos artigos de Visitação do bispo Wren, em 1633, ele foi suspenso e privado de sua vida. Burroughs se abrigou por algum tempo da opressão eclesiástica da época sob o teto hospitaleiro do conde de Warwick, mas o nobre conde foi incapaz de dar-lhe mais proteção, e ele logo percebeu que era necessário refugiar-se da perseguição que se alastrou na Inglaterra contra os puritanos indo para a Holanda.
Após sua chegada na Holanda, ele se estabeleceu em Roterdã onde se tornou professor da Igreja Congregacional, da qual o Sr. William Bridge foi o pastor.
Burroughs foi cordialmente recebido pela igreja, onde continuou um trabalhador zeloso e fiel por vários anos, e ganhou uma reputação muito elevada entre as pessoas.
Após o início da guerra civil, quando o poder dos bispos já não era perigoso, ele retornou à Inglaterra, não para pregar sedição, mas a paz pela qual ele orou fervorosamente e sustentou. Foi muito honrado e estimado, e tornou-se uma figura muito popular e admirado pregador. Foi escolhido pelas congregações de Stepney e Cripplegate, em Londres que na época representavam duas das maiores congregações na Inglaterra. Burroughs pregava em Stepney, às sete horas da manhã, e o Sr. William Greenhill, às três da tarde. Estes dois homens foram denominados, por Hugh Peters de as estrelas de Stepney.
Ele foi escolhido para participar da Assembléia de Westiminster, sendo um dos irmãos dissidentes ali e se conduzindo com grande sabedoria e moderação. Se uniu com o Sr. Thomas Goodwin, Philip Nye, e Sympson Sydrach, também congregacionais, na publicação da Narração Apologética em defesa de seus próprios sentimentos peculiares. Os autores deste trabalho afirmavam que toda a congregação tem poder em si suficiente para regular e governar todas as preocupações religiosas, e não está sujeita a nenhuma autoridade espiritual externa, seja qual for. Os princípios sobre os quais fundaram o seu sistema de governo da Igreja foi o de que este governo deveria se conformar com cada detalhe que as Escrituras prescrevem sem levar em conta as opiniões ou práticas dos homens, deixando-se, porém espaço para alterações ao receber mais luz da Palavra de Deus. Em conformidade com esses princípios, o Sr. Burroughs uniu-se com os seus irmãos para escrever e publicar as suas razões contra certas proposições relativas governo presbiteriano.
Após seu retorno do exílio, Burroughs nunca reuniu uma congregação separada, nem aceitou qualquer benefício paroquial, mas continuou a esgotar a sua força através da pregação constante, e outros serviços ministeriais para o benefício da igreja de Cristo.
Ele era de um espírito manso e amável, mas ele tinha alguns amargos inimigos, que para sua desgraça, derramaram sobre ele as mais amargas falsidades.
Seu trabalho incessante e as dores causadas pelas distrações dos tempos, muito contribuíram para acelerar o seu fim.
Ele morreu em 14 de novembro de 1646 com 47 anos de idade.
______________

OBRAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!