Como ter um casamento feliz?












HARMONIA CONJUGAL




Como ser feliz no Casamento






Pr. Elinaldo Renovato de Lima



O relacionamento entre marido e mulher é fundamental para um matrimonio feliz e este é indispensável para que haja uma família feliz. Numa visão cristã, com base na Bíblia, procuraremos analisar alguns fatores importantes para a harmonia conjugal.




1. ORIGEM DO CASAMENTO




Todo cristão já sabe que o casamento é de ORIGEM DIVINA. Gn 1.27; 2.18,24.




2. OBJETIVO DO CASAMENTO




Podemos dizer que o casamento tem como objetivo primordial a UNIÃO legítima entre um homem e uma mulher para:




2.1. A felicidade do homem

2.2. Construir Família

2.3. Servir a Deus

2.4. Adorar a Deus




Com isso, o Criador visava propiciar ambiente e condição para a FELICIDADE do homem, não o deixando na solidão (Gn 2.18).




3. PRÉ-REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA UM CASAMENTO FELIZ




3.1. Aceitar os princípios da palavra de Deus para o matrimônio.




O cristão deve ter em mente que em tudo na vida deve submeter-se à Palavra de Deus, como servo (Mt 20.25-28), temer a Deus e andar nos seus caminhos (Sl 128)




3.2. Submeter-se ao Espírito Santo para obedecer a palavra de Deus




Somente com o poder do Espírito Santo o casal tem condições de obedecer a Palavra de Deus com relação ao casamento. Para tanto, precisa do Fruto do Espírito em seu relacionamento, conforme Gl 5.22-23. O homem espiritual e a mulher espiritual, que são os verdadeiros crentes, demonstram isso na vida diária: AMOR, GOZO, PAZ, LONGANIMIDADE, BENIGNIDADE, BONDADE, FÉ, MANSIDÃO, TEMPERANÇA. Havendo essas maravilhosas virtudes do Espírito, o casal, o casamento e a família serão felizes.




4. REQUISITOS PARA UM CASAMENTO FELIZ




Com base na Palavra de Deus, temos a seguir os requisitos que consideramos mais importantes:




4.1. Independência (Gn 2.24)




1) Emocional
2) Domiciliar
3) Financeira




4.2. União Espiritual




- Os dois precisam ter as mesmas convicções espirituais (2 Co 6.14);




- Precisam ter o mesmo COMPORTAMENTO espiritual no servir a Deus (1 Pe 3.7).




4.3. União Psicológica




- Refere-se à união dos temperamentos, dos sentimentos, das emoções (1 Co 1.10);




- Equilíbrio emocional, "temperado"; Fruto da temperança (Gl 5.22; 2 Co 13.11).




4.4. União intelectual




- Resultante da formação, da instrução, dos conhecimentos adquiridos. Se possível, os dois devem ter o mesmo nível intelectual ou níveis aproximados;




4.5. União social










- O casal origina-se de famílias diferentes: pais, sogros, parentes;




- Constituem família (grupo social):




- Sociedade: CASAL-FAMÍLIA-SOCIEDADE




- Aspecto legal: 1 Co 7.39b.




4.6. União física/sexual




1) Sua Natureza










- Prevista por Deus (Gn 1.27-28; 2.24)




- Não era, nem é e nem será pecado (dentro dos princípios de Deus): Hb 13.4;




2) Sua Finalidade




- Procriação (Gn 1.28);




- Ajustamento mútuo entre marido e mulher (1 Co 7.1-7);




- Satisfação (bem-estar, prazer): Pv 5.18-23; Ec 9.9 ; Ver Livro de Cantares de Salomão.




- Deus valoriza a união sexual entre marido e mulher (Dt 24.5)




3) Como deve ser, no plano de Deus










- Exclusiva (Gn 2.24; Pv 5.17);




- Monogâmica;




- Alegre (Pv 5.18);




- Santa (1 Pe 1.15; 1 Ts 4.4-8)




- Natural ( Ct 2.6; 8.3)




- Observar o significado do Corpo para Deus como




Templo do Espírito Santo




Propriedade de Deus




1 Co 6.19-20
















4.7. União Amorosa










- O marido deve amar sua esposa (até de modo sacrificial) : Ef 5.25;




- A esposa deve amar o seu esposo (Tt 2.4; 1 Pe 1.22)




4.7.1. Como Demonstar o Amor




- Com afeto, com carinho, com palavras ( Ct 4.1,10; Pv 31.29);




- Com gestos, abraços, carícias (1 Jo 3.18; 1 Pe 3.8);




- Fazendo o possível em favor do outro (Ef 5.25);




- Zelando um ao outro (Ef 5.29).




O AMOR é o elo principal do relacionamento entre o marido e a mulher. Se não houver o amor tudo desaba. Este amor deve estar dominado pelo AMOR ÁGAPE ( 1 Co 13).




4.8. Respeito




* O marido deve respeitar a mulher (1 Pe 3.7);




* A mulher deve respeitar o marido ( Ef 5.33);




* Um não é maior que o outro (1 Co 11.11; Gl 3.26-28).




4.9. Comunicação







- É necessário DISPONIBILIDADE DE TEMPO para a comunicação entre o casal (Ec 3.1-2)




- Inimigos da comunicação:




a) Excesso de trabalho: no Lar, no emprego, na igreja;




b) Desunião (Tg 3.13-18);




c) Desvio de atenções: TV, atividades, amigos.




4.10. Entender o conceito de liderança Cristão no Lar




1) O Marido é a cabeça (O LÍDER) do casal e do lar (Ef 5.22-23)




2) A Mulher é a vice-líder, ao lado do marido (ADJUTORA) Gn 2.18;1 Tm 5.14.




3) A liderança do casal esta sob a liderança de Cristo (1 Co11.1-3)




DEUS < CRISTO < MARIDO < ESPOSA < FILHOS




4)Naturezada liderança Cristã:




a) Centrada em Cristo




b) Espiritual




c) Amorosa




d) Participativa







5. CONCLUSÃO




SEMINÁRIO PARA CASAIS




Instrutores:
Pr. Elinaldo Renovato de Lima
Íris de Castro Lima




ÍTENS PARA REFLEXÃO PELO CASAL SOBRE SUA SITUAÇÃO CONJUGAL




Em cada item, com exceção do item 4., deve ser observado o seguinte, em termos de pontuação:




- Coloquem 3, se a resposta for POSITIVA, sem restrições;




- Coloquem 2, se a resposta for POSITIVA, mas com restrições;




- Coloquem 0, se a resposta for NEGATIVA.




Com relação ao item 4, coloque 9, se responderem a todos os aspectos do fruto do Espírito e 0, se deixarem de atender a qualquer deles.




____1. Em nosso casamento, estamos atendendo aos seus objetivos de constituir família, servir e adorar a Deus?




____2. Nós temos aceitado, de fato, os princípios de Deus para o matrimônio, conforme a sua Palavra?




____3. Nós temos dado lugar ao Espírito Santo para que Ele nos encha e, assim, possamos cumprir a Palavra de Deus com relação ao nosso casamento?




____4. Em nosso relacionamento cotidiano, temos demonstrado possuir o FRUTO DO ESPÍRITO, que é um só, evidenciado em amor, gozo, paz, longanimidade (paciência), benignidade, bondade , fé, mansidão e temperança (domínio próprio)?




____5. Temos deixado nosssos pais para constituir nosso lar, conforme a Palavra de Deus?




____6. Somos, de fato, unidos espiritualmente, tendo as mesmas convicções, os mesmos objetivos, na adoração a Deus, na criação de nossos filhos?




____7. Na parte emocional, somos unidos, não obstante as diferenças de nossos temperamentos?




____8. Nosso nível de instrução tem contribuído para um melhor relacionamento?




____9. Nosso casamento tem sido motivo de satisfação para nossos respectivos pais?




____10. Nosso relacionamento sexual tem sido de acordo com a vontade de Deus?


____11. Temos satisfeito um ao outro no relacionamento sexual?

____12. Temos sido afetuosos um para o outro com palavras, tais como "Eu te amo, gosto de você...) e gestos (abraços, carícias e beijos)?







____13. Temos respeitado e honrado um ao outro, principalmente nas horas de discordâncias?




____14. Temos reservado tempo para nos comunicar um com o outro, de modo efetivo, conversando e dialogando, no dia-a-dia?




____15. No aspecto da liderança, tem havido compreensão, principalmente quanto à liderança do




esposo e a submissão da mulher, nos termos da Palavra de Deus?




Nossa situação conjugal é ______________


Pontuação: De 40-51: Excelente; De 30 a 39: Ótima; De 20 a 29: Boa, precisando rever o relacionamento; De 10 a 19: Regular, precisando de aconselhamento; Abaixo de 10 pontos:Crítica, precisando urgente de aconselhamento.








Ao término da avaliação pelo casal, façam uma oração a Deus, de acordo com a conclusão obtida.




Se o relacionamento precisa ser revisto, que assumam o compromisso diante de Deus para buscar com humildade as mudanças necessárias, em oração e submissão a Deus. Se necessário, peçam perdão um ao outro.




Se precisarem de aconselhamento, que o façam, buscando alguém que mereça confiança.



3 comentários:

  1. precisando urgente acoselhamento gostei que Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
  2. estamos felizes por termos sido úteis para a irmã Deus continue te Iluminando!

    ResponderExcluir
  3. Paz querido!

    Bela mensagem, bem elaborada e muito edificante. Permita-me, contribuir com esse excelente texto.

    O mais importante e íntimo convívio que alguém pode ter é o casamento.

    Ele sempre fez parte dos planos de Deus, pois o homem não foi criado para viver sozinho. No interior de cada um, há o interesse pela vida conjugal, porque os seres humanos precisam relacionar-se entre eles. Contudo, o pecado e as conseqüências da queda trouxeram à humanidade uma série de fatores que atingem a vida conjgal a ponto de desfazê-la. Ao agirem na alma humana, os sentimentos de culpa, inferioridade, abandono, desconfiança e baixa auto-estima, costumam levar graves problemas aos relacionamentos.

    Com o casamento, é possível tirar a máscara e permitir que as pessoas conheçam suas verdadeiras personalidades. Acredito que todos os indivíduos realmente desejam ser autênticos, mas o receio de serem rejeitados leva-os a esconder os sentimentos mais íntimos. Ao tomar a decisão de começar a vida conjugal, ele está disposto a enfrentar a si mesmo e aos seus problemas. Por meio desse vínculo, permite, afinal, que Deus o conduza à maturidade e à autonomia de viver:

    Quando o amor vem de Deus, ele é responsável e constante. Apesar dos problemas ou de qualquer outra circunstância, o amor é sofredor, disposto a ceder o que for necessário para o bem estar do próximo. As Escrituras dizem: Vós, maridos amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela (Ef 5. 25).

    Eis o exemplo de renúncia e compromisso - Ele deu a Si mesmo até a morte, sem nunca desistir.

    Convido a visitar o meu espaço:
    http://frutodoespirito9.blogspot.com/

    Em Cristo,

    ***Lucy***

    ResponderExcluir

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!