Entendendo Quem É Satanás

"Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário,
anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém
para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos
iguais aos vossos estão se cumprindo na vossa irmandade
espalhada pelo mundo." 1 PEDRO 5.8,9

Perguntas dessa seção:
•    Em Isaías 45.7, Deus diz: "Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal". Por que ele criou Lúcifer?
•    A Bíblia diz que todo poder é dado por Deus. Como então podemos explicar o poder que Satanás e homens como Hitler tiveram no passado?
•    Satanás recebeu o poder de domínio sobre a terra até a volta de Jesus?
•    À luz da soberania de Deus, qual deveria ser a atitude ou resposta do cristão quando ele ou ela está sujeito aos ataques de Satanás?
•    O diabo pode ler a minha mente?

  • Por que falamos de Satanás em termos tão cômicos como um homem vestido numa roupa vermelha com um forcado na mão quando, na realidade, ele é o inimigo de nossas almas?

     

     
Em Isaías 45.7, Deus diz: "Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal". Por que ele criou Lúcifer?
Deixem-me primeiro comentar o texto. Esse é um dos textos mais mal compreendidos da Bíblia. Parte do problema está no inglês elizabetano encontrado na versão antiga King James. A outra parte do problema está na tradução do hebraico. O hebraico tem cerca de sete palavras distintas que podem ser traduzidas pela palavra mal em português. Há muitos tipos dife-rentes de mal. Existe um mal moral. Há o que poderíamos chamar mal metafísico — a finitude, por exemplo. Sempre que a Bíblia fala em Deus trazendo mal sobre seu povo, é mal do ponto de vista do povo. Quando o fogo caiu sobre Sodoma e Gomorra, o povo não viu isso como uma coisa boa. Foi uma notícia má. Mas, em última análise, foi bom porque foi uma expressão do julgamento de Deus sobre a iniquidade deles. Foi uma punição realizada pela mão de Deus sobre o mal. Isso não significa que Deus fez alguma coisa errada, ou alguma coisa moralmente má visitando-os com julgamento.
Além disso, o texto de Isaías é escrito numa forma poética. Ele usa paralelismo, o padrão de poesia comum no judaísmo do Antigo Testamento. Existem tipos diferentes de paralelismo.
Um exemplo ocorre na Oração Dominical, quando Jesus diz: "não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal.
Esses dois pensamentos são paralelos e basicamente sinônimos; estão dizendo a mesma coisa, apenas com palavras diferentes. Encontramos esses paralelismos com frequência nos Salmos.
Em Isaías 45, por exemplo, temos duas afirmações próximas uma da outra, que são um paralelismo antitético. O primeiro versículo diz: " Eu formo a luz e crio as trevas" (Is 45.7). Luz e trevas são opostos, são contrastes, são uma antítese um do outro. Por isso é chamado de paralelismo antitético.
A afirmação seguinte tem o mesmo tipo de antítese, mas como está formulada? "...faço a paz e crio o mal. Não parece certo, porque em nosso vocabulário, paz e mal não são antónimos. Enquanto luz e trevas são opos-tos, estes dois não são. O que o texto está dizendo é que, da mesma forma que Deus derrama boas coisas sobre esse mundo, ele também traz calamidades em seu julgamento. O texto não está falando sobre criação original. Infelizmente essa linguagem persiste nessa tradução.
Agora, por que ele criou Lúcifer? Eu não sei, mas Lúcifer não foi criado mau. Devemos nos lembrar que Lúcifer foi criado como um anjo — que posteriormente se rebelou contra o céu.

 
A Bíblia diz que todo poder é dado por Deus. Como então podemos explicar o poder que Satanás e homens como Hitler tiveram no passado?
Deus está dizendo não apenas que ele é onipotente, todo poderoso em si e por si mesmo, mas também que ele é a fonte de todo poder e de toda autoridade nesse mundo. Portanto, o próprio diabo é subordinado e dependente de Deus para qualquer poder e autoridade que ele exerça nesse mundo.
A pergunta que você está levantando não é diferente da pergunta que o profeta Habacuque fez enquanto permanecia em sua torre de vigia e se queixava contra Deus porque ele estava vendo uma nação estrangeira, conhecida por sua inexprimível crueldade, atacar e matar o povo judeu — o próprio povo de Deus. Habacuque lembrou a Deus que ele era tão puro que não podia nem mesmo contemplar a iniquidade. Como podia Deus permitir que esse poder estrangeiro, esse poder perverso fosse usado dessa maneira? Basicamente Deus respondeu o seguinte: " Espera um pouco, não usei essa nação inimiga como instrumento para punir Israel, porque Israel é mais perverso do que essa outra nação. Estou apenas fazendo uso dela para castigar meu próprio povo que tão abundantemen-te o merece. Mas essa outra nação também terá o seu castigo." Eis porque deve-nos ser muito cuidadosos ao falarmos que Deus está sempre do nosso lado. Ele pode levantar a China para punir o nosso país como um instrumento de julgamento contra nós — porque todo poder está em suas mãos.
Quando eu estava estudando na Europa na década de sessenta, embora estivéssemos vinte anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial, as livrarias em Amsterdã estavam cheias de literatura sobre a Segunda Guerra Mundial. As memórias ainda eram muito vívidas e agudas para esses povos que sofreram muito mais do que nós sofremos naquela ocasião. Lembro-me de ter lido um livro que era resultado de uma divulgação de documentos secretos de arquivos e que se intitulava Hitler, the Scourge of Europe (Hitler, o Flagelo da Europa), no qual documentos particulares de Hitler foram fotocopiados e impressos. Um deles era uma inscrição antiga do seu diário que estava rabiscado com a letra do próprio Hitler: "Esta noite fiz uma aliança com Satanás." Ele não estava brincando. Houve um esforço sério de Adolf Hitler para garantir a participação ou assistência do príncipe das trevas nos programas que ele estabeleceu. Obviamente, tudo isso aconteceu debaixo da soberania de Deus. Deus teve suas razões para permitir que aquilo acontecesse em determinada ocasião, mas certamente ele reserva aquele momento no qual seu julgamento poderoso cairá sobre Satanás e sobre pessoas como Hitler, e o poder de Deus será finalmente demonstrado.

Fonte: Boa Pergunta RC sproul Cultura Cristã

Um comentário:

  1. Equipe Plugados com Deus31 de julho de 2009 17:31

    2009/7/28 JS-Kit.com Comments <
    js-kit-m2c-FDNTO7U5CFSGVORNLBLQGFUJ981N45VK6I3SH87TQHL912DJTI6G@reply.js-kit.com
    Irmao alberto ja adicionamos seu blog nosso blog roll se possivel adicione o
    nosso e seja tamb�m um parceiro para alargar a tenda do envangelho nosse
    mundo virtual!
    Abra�o.
    Ren� Montarroyos

    ResponderExcluir

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!