Jezabel, Poder, Luxo, Queda

O sinete de Jezabel.

O anel real da rainha Jezabel, citada na Bíblia, foi encontrado, segundo uma pesquisadora holandesa. Marjo Korpel, especialista da Universidade de Utrecht, identificou o sinete, espécie de carimbo pessoal, usado pela soberana.
Segundo Korpel, o objeto era maior que o normal da época, feito de opala e com uma série de desenhos e inscrições. Os símbolos, de acordo com a especialista, estão associados à realeza e à figura feminina, como uma esfinge com coroa de rainha, serpentes e falcões. Para a especialista, todas as evidências indicam que o sinete realmente pertencia à personagem bíblica
Antes dos estudos de Korpel, já se suspeitava que o artefato era da rainha. O anel foi analisado pela primeira vez por um arqueólogo israelense na década de 60. O estudioso obteve o objeto em um mercado de antigüidades e não conseguiu provar porque o suposto nome de Jezabel, gravado na opala, estava escrito errado. Anos depois, Korpel avaliou o sinete e o comparou com outros objetos da época, produzidos por volta do ano 850 a.C., quando viveram a rainha e seu marido Acabe, rei de Israel. A especialista percebeu uma pequena área quebrada e, pela distribuição das letras, Korpel estimou que faltavam duas outras para compor o nome em hebraico, o suficiente para “corrigir” o nome Jezabel. Para a pesquisadora, todos os detalhes tornam grande a probabilidade do artefato ter sido da rainha.
O sinete mostra que realmente a rainha era bastante influente durante o reinado. O artefato era usado para ratificar documentos, o que significa que ela podia “despachar” por conta própria em seu palácio.
A descrição dessa mulher nas escrituras não é das melhores vejamos que diz o livro de reis:
1Reis 21:25  Ninguém houve, pois, como Acabe, que se vendeu para fazer o que era mau perante o SENHOR, porque Jezabel, sua mulher, o instigava; 

Talvez Jezabel figuere como a mulher mais maligna da história bíblica. O livro de Apocalipse coloca seu nome como sinônimo daqueles que rejeitam completamente a Deus(Ap 2.20-21). Muitas mulheres pagãs casaram em Israel sem conhecerem o Deus que seus maridos adoravam.Mas nenhuma foi tão determinada a fazer com que Israel adorasse seus deuses como Jezabel. Sua influência maligna espalhou a idolatria que iria eventualmente destruir o reino do norte.
o palno de Jezabel de varrer de Israel a adoração a Deus levou-a à sua própria desgraça. Antes de morrer Jezabel sofreu a perda de seu marido em combate e seu filho nas mãos de Jeú, que tomou o trono à força. Ela morreu do mesmo modo desobediente e sarcástico que caracterizou sua vida.

Os ossos de Jezabel foi tudo que sobrou de sua vida maligna. Seu poder, dinheiro e fama não puderam salvá-la. No final da vida de traições ruíram à sua volta. Poder, saúde e riqueza podem nos levar a pensar que a vida vai continuar indefinidamente, mas a morte arranca de todos sua segurança externa. O tempo de definir o curso de sua vida chegou. O fim logo se aproximará. Você de que lado estará?

3 comentários:

  1. Gostei deste artigo porque não foi baseado em especulação, mas em provas arqueológicas adicionadas às informações bíblicas. Através dele pude enriquecer meus conhecimentos e analisar melhor a respeito deste personagem que ainda hoje se mantém muito real em nosso meio. Que não sejamos um "Acabe", nem muito menos uma "Jezabel", mas que possamos ser bênçãos e abençoadores nas mãos do Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  2. muito obrigado por ter nos visitado. Ficamos contentes em saber que esse artigo foi útil à sua vida! contamos com voce irmã Vânia para divulgar nosso site! Deus te Ilumine.
    Amem.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do artigo, pois ajudou muito no estudo que estou realizando sobre Jezabel.

    ResponderExcluir

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!