Presbiterianos no Brasil :150 anos origens e doutrina (4)


Interessante coleção de perguntas e respostas sobre a Igreja Presbiteriana do Brasil que nos ensina a conhecer melhor sua história e doutrina. Caso queira estudar o post anterior clique aqui.



23.    Qual deve ser a atitude do crente diante da doutrina da predestinação?

R. Aceitá-la com profunda reverência e humildade, por estar fundamentada na Bíblia. Estar convicto de que a sua situação de crente em Jesus Cristo lhe dá a certeza de ser um predestinado para a salvação (Jo 6.44). Louvar a Deus, ser diligente e abundante na obra do Senhor (1 Co 15.58) e procurar crescer em santidade (1 Pe 1.14-16; 1 Jo 3.3). A consciência de ser um predestinado deve ser uma aliada do crente na luta contra o pecado.

24.    Que é pecado?

R. "É a falta de conformidade com a Lei da Deus ou qualquer transgressão dessa Lei". Isto Inclui o nosso estado de decaídos (Rm 3.9-18, 23), . A nossa disposição corrompida (Rm 7.21-23), as nossas omissões egoístas (Tg 4.17) e nossos atos, pensamentos e palavras que não se harmonizam com a santa e perfeita vontade de Deus.

25.    Quais são as consequências do pecado?

R. A morte espiritual ou, seja, o rompimento da comunhão com Deus (Gn 2.15-17; 3.1-10), os castigos naturais e os sofrimentos resultantes dos erros cometidos (2 Sm 12.7-14; Gl 6.7), a escravidão sob o pecado (Rm 7.18-24; Jo 8.34), a morte física (Rm 5.12) e a perdição eterna (Ap 20.11-15).

26.    Que fez Deus para livrar o homem das consequências do pecado?

R. Diante da incapacidade do homem de libertar-se do pecado, Deus estabeleceu um pacto com o Seu Filho, na eternidade, para salvar o pecador e restaurá-lo à comunhão com o Criador (Ef 1.3.-14; Tt 1.4). Esta aliança de Deus com o Seu Filho é chamada, pelos teólogos, de Pacto da Redenção.

27.    Que fez o Filho de Deus para salvar o pecador?

R. Jesus Cristo, o Filho de Deus, escolhido e ordenado pelo Pai para ser o Mediador entre Deus e o homem, no cumprimento de Sua missão redentora, assumiu a forma humana (Jo 1.1, 14), nasceu da virgem Maria (Lc 1.26-38; 2.1-7), viveu vida santa e perfeita e tomou sobre Si mesmo o fardo de nossos pecados (Is 53.4-5); padeceu em Sua alma os mais cruéis tormentos (Mt 26.38; Mc 14.34; Lc 22.44) e, em Seu corpo, os maiores sofrimentos (Jo 18.12-13; Mc 14.65; Jo 18.22; Mt 27.27-31, 46); foi preso e condenado inocentemente (Lc 23.4, 22, 47; Mt 27.24), foi crucificado, morto e sepultado, mas ressurgiu ao terceiro dia (Mt 28.1-10; 1 Co 15.3-8), subiu ao céu (At 1.9-11), onde está à direita de Deus Pai (Hb 10. 12; 1 Pe 3.22), e de onde intercede pelos Seus servos (Rm 8.34; Hb 7.25). Ao assumir a forma humana, Jesus tornou-se verdadeiramente homem, sem deixar de ser verdadeiramente Deus, possuindo ambas as naturezas, a divina e a humana, inteiramente perfeitas e distintas, inseparavelmente unidas em Sua Pessoa. Como verdadeiro Deus e verdadeiro homem, Jesus realizou uma obra redentora completa (Hb 9.12).

28. Como a obra redentora de Cristo é aplicada ao pecador?

R. Deus, através do Espírito Santo, aplica ao pecador a obra redentora de Cristo, operando em nós a vocação eficaz, a regeneração, o arrependimento para a vida, a fé salvadora, a justificação, a adoção de filhos, a santificação e a glorificação.

29. Que é vocação eficaz?

R. É a atração irresistível que Deus (Rm 8.30), por meio da Palavra e do Espírito Santo (Rm 10.14-17; Jo 16.13-14; At. 16.14; Ef 4.1), exerce sobre o pecador, levando-o a aceitar a Cristo como seu único Salvador. Se Deus não agisse no coração do pecador, todos, sem exceção, rejeitariam a salvação em Cristo(l Co 2.14).

30.    Que é regeneração?

R. É a ação do Espírito Santo, através da qual ele implanta no coração do pecador, a quem Deus chamou eficazmente, uma disposição santa de servir a Deus em espírito e em verdade (Ef 2.1-9). É o novo nascimento (Jo 3.3, 5-8).

Um comentário:

Este Comentário será exibido após moderação dos Editores da equipe Plugados com Deus!